Febre amarela continua sendo uma ameaça em todo Brasil

O Ministério da Saúde divulgou um novo balanço dos casos e mortes por febre amarela no Brasil nesta última quarta-feira, dia 7 de fevereiro.

São 353 casos confirmados da doença, sendo que 98 pessoas morreram devido à infecção no período de 1º de julho de 2017 a 6 de fevereiro de 2018.

Até a última semana, o balanço era de 81 mortes  2013 casos . No mesmo período do ano passado, foram confirmados 509 casos e 159 mortes, informou o Ministério.

Fábio Gondinho, consultor de orçamento do Senado Federal e ex-secretário de saúde de Brasília, em recente visita à Pará de Minas explica a situação da febre amarela no Brasil, ressalta o descaso e destaca o que precisa ser feito para conter o avanço da doença.

Fábio Gondinho destaca que a febre amarela estava praticamente erradicada no Brasil, mas o descaso trouxe a doença de volta e a situação é preocupante.

Segundo o boletim atual, foram notificados 1.286 casos suspeitos até 6 de fevereiro deste ano no Brasil, sendo que 510 foram descartados e 423 permanecem em investigação.

Os dois estados mais afetados são, São Paulo e Minas Gerais, com 161 e 157 casos confirmados, respectivamente. O Rio de Janeiro detectou 34 infecções por febre amarela, seguido do Distrito Federal, com apenas uma pessoa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *