Polícia Civil dá detalhes do assassinato do advogado Artur Wallace

Conforme divulgado pelo Noticiário Policial da Rádio Total FM, na última segunda-feira (17), a 3ª Delegacia Regional da Polícia Civil, em Pará de Minas, encerrou as investigações sobre a morte do advogado Artur Wallace Barbosa Vieira, ocorrida no dia 30 de junho de 2016, no bairro Recanto da Lagoa.

Artur Wallace foi assassinado a tiros na conhecida Praça do Bosque. O advogado estava caído ao lado da motocicleta dele, uma Honda 750, e teve morte instantânea após receber os tiros.

Desde o homicídio, os investigadores da Polícia Civil vinham trabalhando no caso. Foram realizadas diversas diligências até que o inquérito foi encerrado esta semana.

De acordo com a Polícia Civil, Gustavo Henrique Muniz Nascimento de Oliveira, João Paulo Rocha Furlane e Michael Douglas Silva dos Santos foram indiciados pela morte do advogado. Segundo apurado, Gustavo teria encomendado a morte de Artur, que teria sido executada por João Paulo e Michael.

O delegado regional de Pará de Minas, Carlos Henrique Gomes Bueno, dá mais detalhes das investigações:

O responsável pelas investigações, delegado Douglas Valério de Barcelos, explica que o crime foi motivado por um relacionamento entre o advogado morto e a ex-namorada de Gustavo, que estava preso na época do homicídio:

Djalma Fulgêncio Filho, presidente da 18ª Subseção da OAB – Ordem dos Advogados do Brasil, em Pará de Minas, acompanhou a apresentação dos autores do crime e falou com a imprensa:

O mandante e os dois executores do advogado Artur Wallace vão continuar presos à disposição da justiça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *