Porteiro da UPA aciona PM por perturbação do trabalho

Na noite de terça-feira, 05 de dezembro de 2017, a Polícia Militar compareceu na UPA, Unidade de Pronto Atendimento, onde o solicitante de 58 anos relatou aos policiais que estava trabalhando de porteiro da citada unidade de saúde, quando um indivíduo começou a ofendê-lo, perturbando seu trabalho, impedindo que desempenhasse sua função e lhe falou palavras de baixo calão, exigindo que sua mãe fosse atendida de imediato.

O solicitante disse que passou ao autor, as devidas orientações dos procedimentos que são adotados na UPA, mesmo assim o autor insistia com as ofensas perante os demais funcionários e pacientes que estavam aguardando atendimento.

Após o fato, tal autor fugiu do local e não foi mais localizado. Através de informações repassadas por populares, o autor foi parcialmente identificado. O solicitante foi orientado quanto a demais providências junto à Polícia Civil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *