Publicitário pará-minense inova com campanha natalina

A tradição do Natal em família ganhou mensagens modernas e conquistaram as redes sociais

O mês de dezembro é considerado por muitos como um período mágico. Tanto pelo fato de ser o último mês do ano, tanto pela comemoração do Natal, festa cristã que comemora o nascimento de Cristo, e que se tornou a maior celebração do planeta.

Tudo isto é visto em todos os lugares e aspectos de todas as cidades. O movimento faz com que o comércio trabalhe de forma especial, gerando as maiores vendas do ano, devido a famosa troca de presentes neste período.

E para fomentar toda esta questão das vendas, a publicidade entra como uma ferramenta indispensável para as empresas e marcas.

Nesta época do ano, diversos comerciais e anúncios chamam a atenção e roubam a cena na mídia, por serem cuidadosamente preparados para o Natal.

Em um período em que as pessoas parecem ser tomadas pelo espírito natalino, e se mostram mais sensíveis, parece que o mundo da publicidade e da propaganda também entrou neste clima.

De um tempo para cá, diversos anúncios de Natal, de diferentes empresas, tem chamado a atenção por apresentar justamente certos valores que tanto tem a ver com este período.

São propagandas com forte apelo familiar, e que tem gerado grande comoção nas pessoas, passando a mensagem não somente de um conteúdo puramente comercial, mas, sobretudo, chamando a atenção das pessoas para o que realmente é a tradição do Natal.

Um dos trabalhos que tem chamado a atenção nas redes sociais, principalmente entre os jovens da região Centro-Oeste, é uma campanha desenvolvida pelo publicitário Pedro Barboza, de 33 anos, de Pará de Minas, e que há 10 anos trabalha nesta área.

Ele é o responsável tanto pela criação como pela execução deste trabalho natalino.

A campanha de Natal foi desenvolvida para a marca de roupas Serafine, que detém uma rede de lojas em toda a região, e faz sucesso entre os jovens de 15 a 30 anos.

O tema proposto pelo jovem publicitário foi “Natal é Família”, e de uma forma criativa, aborda situações típicas vividas por famílias brasileiras nesta época do ano, durante as festas natalinas.

Segundo Pedro Barboza, a ideia seria de mesclar estas tradições com algo diferente, que também falasse a língua dos jovens, que são os principais consumidores e o público alvo da marca.

Isto foi feito através de diferentes frases, bem conhecidas das pessoas em geral durante a tradicional Ceia de Natal, realizada entre as famílias, na passagem do dia 24 para o dia 25 de dezembro.

Os posts com frases do tipo “Pavê ou Pacumê?” foram acompanhadas de descrições como “É Pavê, pacumê, e é pra rir das piadas do seu tio!”.

Outra que ganhou destaque na campanha foi “E vai ter uva passa sim!”, que foi seguida da mensagem “Por um Natal com menos mi, mi, mi…”.

E até mesmo a famosa pergunta da avó se tornou post da campanha nas redes sociais, “E as “namorada”?”, claro que seguida de uma resposta bem característica dos jovens de hoje, “Que nada vó… Agora é só os contatinho!”.

Segundo Pedro Barboza, a ideia foi justamente de mostrar situações diversas que ocorrem no Natal entre as famílias, e são de fato estes momentos que fizeram ou fazem parte da memória de várias pessoas e que ajudam a construir um dos sentidos do Natal, o da reunião em família. Sem perder, é claro, um apelo jovem e criativo para o tema.

A sacada do publicitário ganhou elogios, e pelo visto o objetivo foi alcançado, devido ao número crescente de likes em redes sociais como o Facebook e Instagram.

NATAL EM RITMO DE HIP-HOP

Além da mensagem familiar que se tornou o ponto forte da campanha da Serafine, proposta pelo publicitário pará-minense, Pedro Barboza desenvolveu também um vídeo para a mesma marca, também para este período. Tanto a criação como as imagens e direção foram assinadas pelo profissional.

Nas imagens, a cidade de Pará de Minas é vista, com sua decoração natalina, que neste ano cobre toda a Rua Benedito Valadares, conhecida como a principal rua e o principal ponto comercial da cidade. Em contraponto, o vídeo mostra a performance de um dançarino, Sormano Oliveira, também pará-minense, dançando ao som de uma versão nada convencional do clássico natalino “Jingle Bells”, em ritmo do hip-hop. Isto foi outro diferencial e novamente deu um tom de modernidade no trabalho, o que é algo bem característico do jovem publicitário. (Por Lafayette Teixeira – Assessoria de Comunicação de Pedro Barboza)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *