Samarco deixa de pagar quase um bilhão de reais em impostos a Minas Gerais e Espírito Santo

A mineradora Samarco, parada desde o desastre ambiental de Mariana, ocorrido no final de 2015, deixou de pagar R$ 978 milhões em impostos a estados e cidades de Minas Gerais e Espírito Santo. A empresa também deixou de faturar R$ 8,06 bilhões.

Vai ser necessário que a mineradora consiga uma licença para o local que vai receber rejeitos de minério em novas operações. Uma reunião do conselho de política ambiental de Minas Gerais vai ser realizada na sexta-feira, dia 24 de abril para tomar decisão sobre o assunto.

A Samarco defende que o espaço estará concluído dentro de 6 meses. A mineradora iniciou, ainda, um processo para obter a licença para o complexo que inclui a barragem rompida.

O documento foi cassado após o desastre em Mariana. De acordo com informações, a companhia só deve voltar a atuar no segundo semestre de 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *