São Fidélis, RJ, tem o primeiro caso de febre amarela confirmado

 São Fidélis, no Norte Fluminense, teve o primeiro caso de febre amarela confirmado nesta segunda-feira (27) pelo Governo do Estado. Segundo a secretaria de Saúde de São Fidélis, a vítima é um homem de 23 anos, que teria contraído a doença em um acampamento no Parque do Desengano, que fica em Santa Maria Madalena, na Região Serrana. Ele estava internado no Hospital Armando Vidal, em São Fidélis, mas teve alta.

 Até agora, são seis casos de febre amarela em todo o Rio de Janeiro: cinco em Casimiro de Abreu, onde uma pessoa morreu, e um em São Fidélis.

O morador de São Fidélis foi internado com suspeita de febre amarela na noite do dia 15 de março. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, ele deu entrada no hospital com mialgia, cefaleia e febre.

A cidade iniciou campanha de imunização com 12 mil doses no dia 20 de março. A Prefeitura explicou que a vacinação contra a febre amarela já era feita na área rural, como parte do bloqueio contra a chegada da doença no Estado.

O início
Os primeiros dois casos de febre amarela foram foram identificados em Casimiro de Abreu no dia 15 de março. A secretaria de Estado de Saúde disse que todos foram contraídos na zona rural da cidade.

Após as primeiras confirmações em Casimiro, uma corrida foi iniciada para a imunização dos moradores. Um Hospital de Campanha chegou a ser montado e agilizou o atendimento.

O trabalho, agora, que segue nos postos de saúde. Mas a Prefeitura pediu mais doses, pois nem toda a população foi vacinada contra a doença. Até agora, 33 mil pessoas foram imunizadas. A Prefeitura afirma que a solicitação de novas doses foi necessária porque moradores de cidades vizinhas também se vacinaram no município.

A febre amarela silvestre é transmitida por mosquitos (Haemagogus e Sabethes) que vivem nas matas e na beira dos rios, porém, o vírus é igual ao da febre amarela urbana, com os mesmos sintomas e evolução da doença.

Número de casos
De dezembro de 2016 até 17 de março deste ano, o Ministério da Saúde recebeu 1.561 notificações de casos suspeitos de febre amarela no Brasil. Destes, 448 foram confimados, 850 são investigados e 263 foram descartados, segundo o Ministério.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *